Plano de Ação

orientacao

Mello Jr.

Mais ou menos seis anos atrás escrevi sobre o fracasso do planejamento estratégico das empresas entendendo, na época, que quando o planejamento vem de cima para baixo na maioria das vezes afundam por falta de comprometimento dos trabalhadores e ainda acredito nisso, mas, como as coisas avançam e a necessidade de criarmos dinâmicas diferentes e velocidade nas decisões, procuro trazer à discussão algo um pouco diferente. Não quero aqui discutir sobre planejamento estratégico e sim sobre algo mais simples e objetivo que chamo de plano de ação operacional.

Entendo que o pensar é a coisa mais importante numa organização, porém sem ação não existe planejamento bom ou ideal. Faça uma retrospectiva; analise todos seus planejamentos estratégicos discutidos nos últimos anos; veja se as coisas aconteceram exatamente como decididas. O que tenho visto são empresários desanimados com seus planejamentos e boa parte da culpa é deles mesmos por não perceberem que o próprio planejamento tem suas ameaças, é como descuidar da revisão do carro antes de uma viagem. São as pessoas que fazem o show na empresa, são as pessoas que fazem o planejamento acontecer por isso, vejo como fundamental antes de qualquer planejamento ter em mãos todas as informações possíveis sobre as equipe, principalmente sobre os líderes. A equipe fará o show? Claro que sim! Com uma liderança impecável. Outro dia observei numa indústria que o planejamento era o melhor dos últimos cinco anos, mas tinham uma ameaça não detectada: eram cinco líderes: dois insatisfeitos, dois que já estavam negociando seus passes com a concorrência e um novato. Será que este planejamento será bem sucedido?

Com a atual velocidade do mercado sugiro que ao invés de fazer planejamento estratégico formal (acadêmico) que se faça um bom plano de ação operacional – um bom genérico. Operacional porque além de envolver todos os setores e pessoas da empresa conquistaremos comprometimento dos liderados independente dos líderes que ficam ou que vão. Para as empresas maiores, sugiro planejamento setorial e depois global valorizando a importância de cada setor processo e realizando um plano de ação global com a participação das lideranças, podemos aproveitar melhor o conhecimento das lideranças que não possuem perfil estratégico ou tático, mas são fortes na operação.

A dica de hoje: O primeiro setor envolvido na tarefa de fazer o plano de ação setorial e depois global é, com certeza, o RH da sua empresa, pois o primeiro e muito importante degrau para qualquer plano de ação são as pessoas que vão implantá-lo.

Anúncios

  1. #1 por Rafael Deiver em março 29, 2011 - 1:13 pm

    Apenas gostaria de elogiar essa materia, onde estou de acordo com todas as informações prestadas. Parabéns.

  2. #2 por wizila em outubro 14, 2011 - 11:22 am

    é tudo muito esclarecedor. parabéns voces são ótimos!

  3. #3 por elis lopes em janeiro 18, 2012 - 7:43 pm

    Ao ler esta materia observei que tudo gira em torno das pessoas/funcionários, assim temos que estar envolvidas realmente da cabeça aos pes, adorei muito bom mesmo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: